sábado, 23 de abril de 2011

A felicidade não consite em bens terrenos






Ec 2.1-10
Salomão se voltou para os prazeres seculares como possível busca de alguma satisfação, a bíblia diz que ele se serviu de vinho, música, casas luxuosas e edifícios, embora estas coisas lhe proporcionasse prazer momentâneos, mas não concedeu plena satisfação, pois ele sempre estava procurando algo novo, ou seja, os prazeres do mundo produzem valores passageiros. Aqueles que tem prazeres nos deleites cotidianos, terá como recompensa como está 2 Pe 2.13 "receberão a paga da injustiça. Tais homens tem prazer na luxúria a luz do dia. São nódoas e máculas, deleitando-se em suas mistificações, quando se banqueteiam convosco", porque este tipo de prazer não é duradouro. Salomão tentou saciar seu espírito inquieto com prazeres.

1) A Felicidade está em Deus
2) Não podemos deixar nos escravizar pelos prazeres passageiros
3) Prazer momentâneo trás incredulidade

Deus abençoe.

Pb. Ulisses de Melo

quinta-feira, 21 de abril de 2011

A mulher ideal - Por Simone de Melo





Recentemente recebi um texto que falava a respeito da educação dos filhos, muito apropriado para os dias atuais, porém no final o comentarista conclui dizendo que "No livro de Provérbios, a mulher ideal não é uma mulher de negócios, é uma mãe e esposa do lar. A casa não é o calabouço da mulher, mas é o seu trono."





Infelizmente, isto pode ser interpretado de forma errônea, assim como eu, conheço inúmeras mulheres que trabalham exaustivamente de segunda a sexta, tem filho, marido e mesmo depois de um cansado dia de trabalho, encontra forças no Senhor para dar atenção, alimento e cuidado para sua família. É bem verdade que a casa é seu reino.




Mas conheço mulheres que não medem esforços e não se importam nenhum pouco se estão ou não cansada para sua dupla jornada com os filhos, para cuidar de suas roupas, fazer sua comida, dar banho e principalmente dar amor e carinho e, ainda ter tempo para cuidar da casa, do esposo, de si mesma e da vida espiritual.

Conheço mulheres que trabalham secularmente, tem seus (muitos) trabalhos na igreja e graças ao bom Deus tem tido sabedoria em usar seu tempo de forma adequada e os filho sabem e sentem o quanto são amados e importantes pelos pais.

Assim como eu, conheço muitas mulheres, que fazem jornada dupla e dão sua vida pela sua família, se Deus condenassem o trabalho de uma mulher, porque a bíblia cita em diversos textos e passagens o trabalho delas? Porque será então que Débora foi escolhida para ser uma juíza?

Acho que este autor foi infeliz ao se referir SOMENTE a mulher da forma acima e principalmente esqueceu de incluir em seu texto Provérbios 31.10-31.

Parace-me que ele quis colocar uma referência preconceituosa e como isto me incomoda, há mulheres que cresceram em lares cristãos onde o pai aprendeu na igreja que ele deveria comandar a casa, mas não foi ensinado a não espancar ou agredir com palavras quando não o obedeciam.




Creio que uma família é verdadeira quando é comandada por Jesus, porque Deus é suficiente e a última palavra em uma casa sempre deve ser de Deus.

Vou deixar aqui o texto de provérbio 31, leiam por favor. Deus abençoe. Eis ai a mulher ideal.... Pv. 31.10-31
"Mulher virtuosa quem a achará? O seu valor muito excede ao de rubis.
O coração do seu marido está nela confiado; assim ele não necessitará de despojo.
Ela só lhe faz bem, e não mal, todos os dias da sua vida.
Busca lã e linho, e trabalha de boa vontade com suas mãos.
Como o navio mercante, ela traz de longe o seu pão.
Levanta-se, mesmo à noite, para dar de comer aos da casa, e distribuir a tarefa das servas.
Examina uma propriedade e adquire-a; planta uma vinha com o fruto de suas mãos.
Cinge os seus lombos de força, e fortalece os seus braços.
Vê que é boa a sua mercadoria; e a sua lâmpada não se apaga de noite.
Estende as suas mãos ao fuso, e suas mãos pegam na roca.
Abre a sua mão ao pobre, e estende as suas mãos ao necessitado.
Não teme a neve na sua casa, porque toda a sua família está vestida de escarlata.
Faz para si cobertas de tapeçaria; seu vestido é de seda e de púrpura.
Seu marido é conhecido nas portas, e assenta-se entre os anciãos da terra.
Faz panos de linho fino e vende-os, e entrega cintos aos mercadores.
A força e a honra são seu vestido, e se alegrará com o dia futuro.
Abre a sua boca com sabedoria, e a lei da beneficência está na sua língua.
Está atenta ao andamento da casa, e não come o pão da preguiça.
Levantam-se seus filhos e chamam-na bem-aventurada; seu marido também, e ele a louva.
Muitas filhas têm procedido virtuosamente, mas tu és, de todas, a mais excelente!
Enganosa é a beleza e vã a formosura, mas a mulher que teme ao SENHOR, essa sim será louvada.
Dai-lhe do fruto das suas mãos, e deixe o seu próprio trabalho louvá-la nas portas."



terça-feira, 19 de abril de 2011

Sociedade Bíblica lança Bíblia da Mamãe





A Sociedade Bíblica do Brasil, SBB, lança no Brasil o grande sucesso dos Estados Unidos, a Bíblia da Mamãe. Os recursos contidos na publicação ajudam a levar as mães, ou futuras mães até a presença de Deus, onde encontrarão sabedoria e inspiração para poder desempenhar o seu papel materno, auxiliando e orientando seus filhos a partir dos sólidos princípios e valores bíblicos.
O diferencial da publicação é sua capa cor de rosa, decorada com textura na cor branca.

Para comprar:
Livraria Virtual Cristã
http://livrariavirtualcrista.com.br