segunda-feira, 21 de setembro de 2009

VOCÊ AINDA CRER? Um breve testemunho - Simone de Melo



Passava da meia-noite, eu morava na cidade de Manaus, um grupo de amigos me convidaram para uma festa em outra cidade por nome de Manacapuru. Eles precisavam de um carro e naquele momento eu era a única pessoa que poderia levá-los para o outro lado do rio. Pegamos a última balsa e atrevessamos pelo Rio Solimões, mas ainda tinha um bom pedaço de uma estrada escura, estreita e sem qualquer indício de contato por telefone ou celular, naquela época mal o celular funcionava na cidade, imaginem em uma estrada deserta.

Tudo corria bem, mas eu jamais podia contar que ter saído de casa sem o step me causaria tamanho problema. A estrada estava extremamente escura e eu passei em cima de uma pedra e o pneu furou em plena madrugada na estrada Manaus-Manacapuru, conhecida na época como uma estrada perigosa. Tentamos parar carros que vinham atrás para pedir ajuda, mas ninguém se atreveria a parar para um desconhecido, fomos até uma fazenda, gritamos e ninguém respondia, sabíamos que depois daquele horário, só passaria carro na estrada se fosse da região, porque tínhamos vindo pela última balsa.

Que aflição! Que desespero! Pensei em muitas coisas que podiam acontecer, as piores... Eu estava começando a ficar mais do que desesperada, com medo que algo bem pior acontecesse, na ocasião fazia pouco tempo que eu tinha parado de frequentar a igreja que era membro e havia me afastado radicalmente de Deus. Mas naquele momento, pra quem pedir socorro, se não a Ele, mesmo com tanta incredulidade da minha parte?

Os amigos não iriam entender, então, pensei comigo que o jeito era falar mesmo com Deus em absoluto silêncio. Nunca me esqueci das palavras em pensamento:

Se tu realmente me amas, faz com o meu celular funcione agora.

Era algo tão impossível de acontecer, porque em 1998 não tinha como ter sinal de celular naquele lugar. Eu tomei um enorme susto quando o celular no mesmo instante começou a tocar, eram os amigos que nos aguardavam ligando pra saber porque não havíamos chegado. Só deu tempo de dizer em qual Km estávamos, a ligação caiu e eles foram lá com um reboque nos socorrer. Eu fiquei quieta, não falei nada pra ninguém, mas daquele em dia em diante algo impactante ocorreu na minha vida.

“Quando caminhares , te guiará; quanto te deitares, te guardará; quando acordares; falará contigo.” Pv. 6:22

Desejo Missionário - Otoniel e Oziel






Senhor tu sabes, do anelo que há em minh'alma
É como um fogo, bem aceso em meu coração
Senhor pergunto, porque é que eu não posso
Andar pelos países, deste mundo perdido

Eu quisera, ir ao campo missionário
Eu quisera, Senhor ir a proclamar
Mesmo aqueles quase mortos, sem saber que há um Deus
Eu quisera, eu quisera anunciar


Somente tu, conhece os meus problemas
Somente tu, Senhor me ajudará
Pois eu sei que em ti vivo, tudo em mim podes fazer
Irei Senhor, aonde me ordenares