sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Racismo Evangélico?



Tem gente que se pergunta porque "os negros" vivem se defendendo, que às vezes a inferioridade está neles, mas não é bem assim a realidade. Eu conheço bem o racismo das pessoas quanto a cor desde criança, fui criada para ser racista, mas não conseguia entender o porquê disso e essa diferença que as pessoas criavam.

Agora o que mais me deixa indignada é racismo dentro da igreja. Será que as pessoas tem idéia que isto é crime???? Pessoas que dizem "sou cristão", mas ainda julgam pela aparência, que esqueçaram que Jesus não faz acepção de pessoas. Outro dia meu esposo foi ministrar em um lugar que o Pastor da Igreja não o conhecia pessoalmente!! Não dá pra acreditar, mas a cara de reprovação do Pastor quando o viu foi também de total negação e nem deu pra disfarçar... Depois da pregação, este Pastor nem sabia o que falar! Eu fico me perguntando que evangelho é esse que se prega por aí? É evangelho de púlpito somente, depois acaba? Ensinam para serem unidos, para amar o próximo, etc e tal.. mas na prática a coisa é bem diferente. Existem muitos "juízes" dentro de nossas igrejas.

Tudo bem que é fato, mesmo que haja proteção da lei, que o racismo é gritante na sociedade. Em outra ocasião em um café nos Jardins a recepcionista também fez a mesma cara, mas com essas pessoas sei me defender bem e peguntei se havia alguma problema. "A ficha caiu" e o sorriso forçado dela voltou e nos atendeu com delicadeza. Mas na igreja.... Há pessoas com a vida destruída, vivem de aparência, são soberbos e déspotas, ensinando o que não vivem, pregando o que não faz e mal sabem o significado das palavras "humildade e igualdade". Como diria um certo escritor " estamos vivendo numa sociedade em que os valores espirituais são confundidos com invencionices de tiranos e déspotas que demoniacamente querem ditar normas para o crescimento da cegueira espiritual..."

Jesus combateu veemente este tipo de pessoa Em Mateus 15.7 está escrito: "Hipócritas!... Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim!" Você pode até pensar que estou revoltada, que devo exercer meu amor ao próximo e é exatamente isto!! Não posso me calar, o homem precisa ABRIR seu coração para a realidade que está surgindo em nosso meio.

"Certamente vos repreenderá, se em oculto fizerdes acepção de pessoas." Jó 13.10
"Pois o SENHOR vosso Deus é o Deus dos deuses, e o Senhor dos senhores, o Deus grande, poderoso e terrível, que não faz acepção de pessoas, nem aceita recompensas. " Dt. 10.17
"Mas, se fazeis acepção de pessoas, cometeis pecado, e sois redargüidos pela lei como transgressores." Tg 2.9

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

E se não der tempo? Simone de Melo



Neste ano o tema central da nossa igreja é MISSÕES. Desde o início do ano todas as festividades e campanhas da semana estão voltadas para a obra missionária. Há muito a ser feito! É bem verdade... e há pouco tempo, os dias estão passando voando! Pessoas estão "gritando" por ajuda, um "grito" silencioso", mas audível pelo rosto sofrido, dias desesperados de quem ainda não conhece e não anda com Jesus.




Se não fizermos agora, pode ser que não dê mais tempo! Já faz algum tempo que sentia vontade de falar de Jesus e Seu amor para um vizinho. Sempre que o via, eu pensava em conversar e falar algo, mas ficava sem jeito, sabia que ele estava doente, já era avançado de idade. Há algumas semanas atrás ele faleceu e eu perdi a oportunidade. Que dor eu senti em meu coração, como eu posso me envengonhar de falar Daquele que me amou primeiro? Como posso ficar sem jeito?




Não posso mais esperar, porque pode ser que não dê mais tempo. A HORA É JÁ, O TEMPO DE DEUS É HOJE, NÃO POSSO FAZER AMANHÃ OU DEPOIS PORQUE TALVEZ EU NÃO TENHA MAIS TEMPO!!!


quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Lançamento Livreto "Os amigos de Daniel" Simone de Melo



Agradeço a oração e apoio de todos os irmãos e amigos.

"A palavra convicção no dicionário significa "Certeza Adquirida". Ser e estar convicto de suas crenças, seus sonhos e projetos, são tarefas que exigem persistência. Os amigos de Daniel passaram pela prova que talvez tivesse sido a maior de suas vidas e, viveram na própria pele a experiência de ir na contramão do desejo de um Rei que acredita ser sua vontade soberana.

Em resposta àquilo que acreditavam fortemente, eles venceram limitações, barreiras instrasponíveis e venceram com honra e dignidade um homem que tinha o poder da vida e da morte aos olhos humanos.

O propóstio deste Livreto é despertá-lo para uma convicção de fé, através do exemplo dos "Amigos de Daniel" ao ponto de ser impactado para influenciar todos aqueles que vivem ao seu redor!"



Adquira pelo e-mail contato@simonedemelo.com.br