sexta-feira, 14 de agosto de 2015

EBD BETEL - COMENTÁRIOS ADICIONAIS - LIÇÃO 7 - O MILAGRE DA PORTA FORMOSA 16/082015

COMENTÁRIOS ADICIONAIS
Lição 07 – 16 de agosto de 2015 
“O milagre da Porta Formosa”

TEMA CENTRAL DA LIÇÃO - A CURA DE UM COXO DE NASCENÇA
ESTUDO / PESQUISA: A PORTA DO TEMPLO chamado "Formosa", onde ficava este templo, o que os discípulos faziam lá, porque há sempre a figura de doentes nas portas dos templos, a desconfiança dos judeus conservadores.
MÉTODO DE AULA - ATIVA - Com intensa participação dos alunos - Exposição, Problematização, Trabalho em Grupo, Faça seu aluno participar, Pergunte e deixe que eles respondam

INTRODUÇÃO
  • Professor, faça uma breve exposição da aula, use no máximo de 5 a 10 minutos para resumir o que será estudado na aula de hoje. 
  • Seja objetivo - CONTE UMA BOA HISTÓRIA 
  • Seja claro, fale com tranquilidade, porém com firmeza
  • A introdução inicial precisa ser INTERESSANTE, leve os alunos a imaginar o local, a época, a situação, mas não se estenda demais, para não se tornar enfadonho.

1. A CHEGADA DE UM NOVO TEMPO 

1.1 A Porta Formosa ou Dourada 

A IMPORTÂNCIA DO TEMPLO

Não acontece por acaso no ambiente do Templo de Jerusalém este fato miraculoso dos apóstolos, por ocasião de uma reunião de oração. Veja que Pedro e João estavam indo para o Templo às três horas da tarde para oração. PRESTE ATENÇÃO NOS VERSÍCULOS ABAIXO:

  • O TEMPLO É MENCIONADO 5 VEZES NESTE TEXTO:
    • Verso 1 "Certo dia de tarde, Pedro e João estavam indo ao Templo para a oração das três horas"
    • Verso 2 "Todos os dias ele era levado para um dos portões do Templo"
    • Verso 8 "...Depois entrou no pátio do Templo"
    • Verso 10 "ficava sentado perto do Portão Formoso do Templo"
    • Verso 11 "...correram para a parte do pátio do Templo"
  • A IMPORTÂNCIA DO TEMPLO PARA OS APÓSTOLOS
    • Para Lucas, autor do livro de Atos dos Apóstolos, toda a história de Israel, como suas expectativas e promessas, está concentrada no santuário de Jerusalém
    • Lucas ressalta que a primeira comunidade CRISTÃ vive à sombra do Templo 
    • Os cristãos só distanciavam do Templo quando eram obrigados devido a violência do grupo sarcedotal saduceu.
    • Pedro e João, neste texto, vão até o templo para tomar a liturgia da tarde conhecida por "tamid", oração e sacrifício do cordeiro - ver Números 28:3-4 — era oferecido e, por esse motivo, era comum mais pessoas estarem presentes na área do templo naquele horário.  
    • Dai dá-se o encontro com o Coxo de Nascença na PORTA do TEMPLO, ou seja, o ambiente é o Templo de Jerusalém
    • Este Templo não descrito minunciosamente nas escrituras, a principal fonte de informações é de Flávio Josefo, historiador judeu que viu pessoalmente a sua estrutura e relata respeito da sua construção em seus livros:
      • Havia evidentemente oito portões que davam para a área do templo. Por causa desses portões, o primeiro pátio, o Pátio dos Gentios (que não eram judeus de nascimento), também servia como passagem, sendo que os viajantes preferiam passar por ele em vez de circundar a área do templo.



O Templo Reconstruído por Herodes

  • A PORTA
    • Era uma das portas que ficava em frente ao templo construído por Herodes, o grande, pelos anos 20 a.C
    • Não há detalhes dessa porta, pois faltam evidências até mesmo de que porta se trata. O importante é que se trata de um dos portões do Templo de Jerusalém, porém há indícios que seja a Porta Dourada que ficava de frente para o Oriente, o sol nasce em frente a esta porta, por isso chamada dourada.
    • Feita de bronze, o peso era tão grande que usava aproximadamente uns 20 homens fortes para abrir esta porta
    • Flávio Josefo, um dos mais respeitados historiadores judeus, fala de uma porta dita "Porta de Nicanor", que era caracteriza por grande riqueza e magnificência (daí viria o nome "Formosa")
      • Normalmente se diz que A PORTA FORMOSA era a porta que dava acesso ao Pátio dos Gentios (que não eram judeus de nascimento) e entrava para o Pátio mais interno, que se destinava as mulheres
      • Pátio dos Gentios - As colunatas cercavam a grande área chamada de Pátio dos Gentios, assim chamada porque se permitia que os gentios entrassem nele. Foi dali que Jesus, em duas ocasiões, uma delas mais para o início e a outra no fim de seu ministério terrestre, expulsou aqueles que tinham feito da casa de seu Pai uma casa de comércio. — Jo 2:13-17; Mt 21:12, 13; Mr 11:15-18.
      • O Pátio das Mulheres se achava a 14 degraus acima. As mulheres podiam entrar ali para praticar a adoração. Entre outras coisas, o Pátio das Mulheres continha cofres do tesouro, perto de um dos quais Jesus se encontrava quando elogiou a viúva por ter dado tudo o que possuía. (Lu 21:1-4) 

VÍDEO DE ESTUDO
O VÍDEO ABAIXO É LONGO - 22 MINUTOS, PARA QUE SEUS ALUNOS TENHAM UMA IDEIA DAS RUÍNAS EXISTENTE HOJE EM JERUSALÉM - Rode o vídeo até os primeiros 5 minutos.





TRABALHO INDIVIDUAL

REVISE COM SEUS ALUNOS, FAÇA AS PERGUNTAS:
  • A palavra Templo é mencionada quantas vezes no texto que estamos estudando?
  • Cite um versículo deste texto que menciona a palavra templo.
  • Qual a importância do templo para os apóstolos?
  • Que porta era esta? Que acesso ela dava? Porque tinha este nome de Formosa?
O índice de acerto dos alunos aqui precisa ser acima 70%, caso contrário será necessário voltar e revisar a aula com os alunos e refazer as perguntas.

1.2 Um coxo à porta do templo 

QUEM ERA O COXO?


Idade: Mais de 40 anos (Lc 4.22) - Lei Lucas 4.1-22 para entender o que aconteceu após a cura do coxo e é lá que fala a idade dele.

Nome: Não é mencionado na Bíblia, trata-se de um paralítico sem esperança, era conhecido pelas pessoas que frequentavam o templo.
Ocupação: Vivia das esmolas de judeus piedosos que frequentavam o Templo, todos os dias alguém levava ele ao Templo para pedir esmolas, o que indica que tinha família pobre.
Enfermidade: Coxo desde o nascimento, representa na cultura que ele vivia que quando nascia com um problema era considerado:
    • Amaldiçoado
    • Desprivilegiado
    • As pessoas questionavam que algo que fora acometido por seus pais, não estaria recaindo sobre ele
    • Por causa da Lei, um enfermo não poderia entrar no templo, foi privado de entrar no templo, ficava na porta
    • Não tinha poder de escolha
OBSERVAÇÃO.: Era costume enfermos serem levados à porta chamada Formosa que dava acesso a um dos pátios de templo, para pedir esmolas dos que passavam por ali.

O PODER DE DEUS QUE SE MANIFESTA FORA DO TEMPLO

  • A parte central do relato é um contraste entre a expectativa do mendigo incapacitado e a promessa de Pedro, entre a esmola/dinheiro e a palavra eficaz de Pedro, que em nome de Jesus faz o aleijado manifestar-se
TRABALHO EM GRUPO
APLICAÇÃO PESSOAL
  1. Faça uma aplicação pessoal aos dias atuais. 
  2. Peço que se forme pequenos grupos e discutam entre si sobre o PODER DE DEUS QUE É MANIFESTADO FORA DO TEMPLO
  3. Pode usar a pergunta: Como isso ocorre nos dias de hoje?
  4. Tenha folhas sulfites e distribuam entre eles para que o grupo escreva
  5. No máximo peçam que façam este relato em até 5 minutos
1.3 A virtude de realizar grandes proezas 

A RECONSTRUÇÃO DE UMA VIDA 
A salvação em Jesus presente em seus atos de cura, continua agora a revelar-se em favor dos homens através dos apóstolos, mesmo assim o povo permanece perplexo e admirado em ver que um homem que eles conheciam estava curado. Veja o que acontece:
  • A palavra de Pedro e seu testemunho pessoal em favor de Jesus abrem os olhos das pessoas para entender o novo sentido do fato que estavam assistindo
  • A cura de um enfermo era um sinal de esperança que tem um nome: Jesus
  • Jesus havia dado autoridade aos apóstolos para realizarem grandes proeza

2. O QUE TENHO ISSO TE DOU 

2.1 O poder do nome 

O NOME MAIS PODEROSO DO MUNDO
Pedro anuncia a possibilidade nova e inesperada, com o poder do nome de Jesus, restitui aquele homem a integridade física, a liberdade de mover-se e caminhar.

A AUTORIDADE DO NOME DE JESUS PARA CURAR ENFERMOS
  • Em Marcos 16:18 está escrito Em meu nome se impuserem as mãos sobre enfermos, eles ficarão curados”.
  • Em At 4:8,10  “Autoridades do povo e anciãos, tomai conhecimento, vós todos e todo o povo de Israel, de que, em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, a quem vós crucificastes, e a quem Deus ressuscitou dentre os mortos, sim, em Seu nome é que este está curado perante vós”.
  • Em At 4:29,30 “Agora, Senhor, olha para as suas ameaças e concede aos teus servos que anunciem com toda a intrepidez a tua palavra, enquanto estendes a mão para fazer curas, sinais e prodígios por intermédio do nome do teu santo Servo Jesus”.
  • Tiago 5:14,15: “Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e esetes façam oração sobre ele, ungindo-o com óleo, em nome do Senhor. E a oração da fé salvará o enfermo, e o Senhor o levantará; e, se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados”.

Temos autoridade no Nome de Jesus contra todos os poderes das trevas. Temos autoridade contra todos os principados e potestades, pois Jesus já os anulou na cruz e temos o nome de Jesus! A vitória já foi conquistada na cruz!
  • Jesus disse para os seus discípulos: Em meu nome expulsarão demônios” (Mc 16:17).
  • Jesus não disse que apenas os apóstolos ou os pastores expulsarão demônios. Esses sinais acompanharão aos que creem.

2.2 Andando, saltando e louvando 

Aquele homem se põe a saltar e entra no templo louvando a Deus. Há uma promessa em Isaías para o tempo messiânico: 


"Então o coxo saltará como um cervo..." (Is 35,6)


Esta cena também nos remete para os salmos onde o justo, salvo e curado por Deus VEM AGRADECER E ADORAR A DEUS NO SANTUÁRIO - Sl 7.17, Sl 13.6, Sl 30, 12-13.

"Por isso, não ficarei calado, mas cantarei louvores a ti. Ó Senhor, tu és o meu Deus; eu te darei graças para sempre." Sl 30. 12-13

LIÇÃO INDIVIDUAL 
A lição individual é importante para ter certeza que todos estão participando e pesquisando
1) Peça a seus alunos para identificarem pelo menos um versículo de agradecimento a Deus no Novo Testamento, peçam que escrevam em uma folha ou se tiver cartolina, distribua na sala e peçam que compartilhem.
2) Escolha três alunos para contarem brevemente algo extraordinário que Deus fez em suas vidas que os fez pular e saltar de alegria.


 2.3 Esperando receber alguma coisa 

CONTATO HUMANO E PESSOAL
  • O fixar o olhar estabelece um contato humano e pessoal
  • A palavra é seguida por um gesto "tomando-o pela mão direita"
  • Pedro não possui dinheiro dos ricos, moedas de ouro ou de prata, o dinheiro que iria prover as necessidades do mendicante 
  • Pedro estabelece um contato novo com aquele homem, amplia as expectativas daquele homem, não somente de suprir uma necessidade momentânea

3. MILAGRES NÃO ACONTECEM POR ACASO 

3.1 Ele foi curado instantaneamente 

UMA CURA EXTRAORDINÁRIA

  1. A cura foi imediata; 
  2. Foi realizada em público; 
  3. Aconteceu em um lugar totalmente diferente e sem ser planejada
  4. Foi uma cura que incluía uma doença incurável pela medicina da época
  5. A cura  foi completa e irreversível
  6. A cura foi inegável até mesmo pelos céticos.

A MEDICINA DE DEUS
Vemos vários casos de cura miraculosa no Velho Testamento. Chamamos cura miraculosa, porque em última instância toda cura é divina (Sl 103:3). O Senhor curou Sara, Rebeca, Raquel, Ana, Ezequias, Naamã.
Jesus curou muitas pessoas, usando variados métodos: 
Cristo tocou (Mt 8:15); falou (Jo 5:8-9); usou cuspe (Mt 8:22-26); ungiu com lodo e saliva (Jo 9:6).
Os apóstolos foram usados por Deus para curar os enfermos. Pedro curou o paralítico no templo, Paulo curou o coxo em Listra. E mesmo que não sejamos curados de uma enfermidade, sabemos que fomos curados pela salvação que há em Cristo Jesus, que temos a convicção da vida eterna.

3.2 Todos o conheciam 

COMO TODOS OS CONHECIAM...

O LOCAL era a porta do templo de Jerusalém, conforme estudiosos havia a circulação de muitas pessoas naquele local, principalmente por ser a porta que dava acesso os de nascimento não judeus e ao pátio das mulheres.

NASCIDO com a doença e a Bíblia diz que ele diariamente ia ao local pedir esmolas, era conhecido de muita gente que passava por ali.

PESSOAS que o viam diariamente ou quando "subiam" a Jerusalém para adorar a Deus no templo, puderam testemunhar a mudança que a sua vida teria a partir daquele dia de cura.

MEMORIAL - Provavelmente aquele lugar se tornou um memorial, ao passar por ali as pessoas já não iriam ver mais um homem enfermo, mas lembrariam como de forma maravilhosa um homem que há anos pedia esmolas naquele lugar, teria sido curado pelo poder do nome de Jesus

3.3 O nome de Cristo foi glorificado 

A PARTIR DE ATOS 3.11
É o segundo discurso oficial de Pedro aos judeus, no templo, o nome de Jesus é glorificado, Pedro está no lugar onde os mestres ensinam e mediante aquele cenário de cura faz apelo à conversão.

Pedro dá ao povo impressionado e curioso a justa interpretação do fato ao qual assistiu: 

  • A cura do paralítico é um sinal visível da ação soberana e libertadora de Jesus na história
  • O Deus de Isaac, Abrãao e Jacó, assim conhecido pelos judeus, manifesta-se agora através de Jesus

"Então Pedro, cheio do Espírito Santo, respondeu:
— Autoridades e líderes do povo! Os senhores estão nos perguntando hoje sobre o bem que foi feito a este homem e como ele foi curado. Pois então os senhores e todo o povo de Israel fiquem sabendo que este homem está aqui completamente curado pelo poder do nome de Jesus Cristo, de Nazaré..." Atos 4.9-10


CONCLUSÃO 

COM TODA A SALA
REVISE OS PONTOS PRINCIPAIS DA LIÇÃO

  1. UM COXO DESDE NASCENÇA É LEVADO A PORTA FORMOSA DO TEMPLO PARA PEDIR ESMOLAS
  2. PEDRO E JOÃO SOBEM A JERUSALÉM ÀS 3H DA TARDE PARA ORAÇÃO
  3. O HOMEM COXO PEDE ESMOLA A PEDRO E JOÃO
  4. PEDRO NÃO DÁ DINHEIRO, MAS EM NOME DE JESUS O CURA
  5. O POVO FICA ADMIRADO COM A CURA DAQUELE QUE ELES CONHECIAM
  6. PEDRO DISCURSA COM AUTORIDADE DENTRO DO TEMPLO
  7. O NOME DE JESUS É GLORIFICADO

2 comentários: