quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

EBD BETEL - CONTEÚDO Lição 04 - Ataques constantes contra a família - 24/01/2016

Lição 04 – 24 de Janeiro de 2016 
“Ataques constantes contra a família” 

Texto Aureo 

“Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo.” 1Jo 2.16 

Verdade Aplicada 
Devemos preservar os nossos lares para impedir que não seja desqualificado o que foi criado por Deus. 

Objetivos da Lição 

Mostrar os perigos dos meios de comunicação; 

Ressaltar os constantes ataques que a família vem sofrendo; 
Expor os prejuízos causados pela democratização e vulgarização do casamento. 

Textos de Referência 1Co 6.19, 20, 23; 2Co 13.5 


Introdução 

Os desafios da família cristã frente aos ataques constantes e diretos ao casamento e à família trazem uma ruptura dos valores e quebra de princípios que precisam ser enxergados com muito cuidado. 

1. MEIOS DE COMUNICAÇÃO E REDES SOCIAIS 

A tecnologia entrou nos lares trazendo lucros e prejuízos incalculáveis. Consequentemente, a sociedade moderna mudou o conceito de família e desqualifica os valores da instituição criada por Deus. 

1.1 A televisão 
1.2 A Internet e as redes sociais 
1.3 O avanço tecnológico e a globalização

2. EVOLUÇÕES, OCUPAÇÕES E AMIZADES 

As evoluções são benéficas ou maléficas? Depende de como as usamos em nossas vidas. Para que elas sejam bênção e não maldição, as evoluções precisam ser confrontadas com a Palavra de Deus, pois não podemos abandonar os valores cristãos. 

2.1 Choque de gerações entre pais e filhos 
2.2 Individualismo: a falta de tempo para a família 
2.3 Jugo desigual com os ímpios 

3. NOVAS LEIS CONCERNENTES À FAMÍLIA 

Há projetos de leis circulando nas comissões, gabinetes e plenários do Parlamento que são contra os princípios cristãos. A sociedade pós-moderna tem recebido uma enxurrada de leis que favorecem as práticas pecaminosas, tão combatidas pela Palavra de Deus. Precisamos ficar atentos e não nos conformarmos com este mundo cheio de iniquidades (Rm 12.2). 

3.1 O tratamento dado ao menor de idade 
3.2 Aborto, união de pessoas do mesmo sexo e legalização da prostituição 
3.3 União estável e contratos temporários 

CONCLUSÃO 
Vivemos os últimos dias da Igreja aqui na Terra. As instituições estão sendo fragilizadas e vulgarizadas diante das inovações e conceitos de homens sem o temor de Deus. Cabe a Igreja pregar contra estas práticas e não concordar com este mundo, que a cada dia fica mais distante de Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário